Datas: A anunciar em breve.

 

Duração: 8 horas por dia durante 4 dias.

 

Conteúdo programático:  

     A origem e evolução do Sânscrito e a sua importância no Yoga e Ayurveda

     O alfabeto devanagárico: a sua escrita e pronúncia

     A transliteração e a tradução de frases

     O número, género e casos

     O presente, futuro e particípio passado

     Introdução às regras de sandhi

     A terminologia do Yoga e Ayurveda

     A transliteração e tradução de excertos simples provenientes de textos clássicos como Yoga Sutra, Astangahrdaya  e Hathayoga Pradipika. 

 

Inclui: 

     Alojamento em camarata;

     Alimentação vegana;

     Formação;

     Diploma emitido pela AETO. 

 

PROGRAMA DIÁRIO

Dia 1: 

Chegada à Quinta do Anjo entre as 17.30h e as 20:00h

20.00h – Jantar light

21.00h – Apresentação do programa do curso

22.00h – Repouso.

 

Restantes dias:

06:30 – Despertar

07:00 – Aula de Yoga

08:30h – Pequeno-almoço

09:00 – Sânscrito

13.00 – Almoço

14:00 – Karma Yoga (voluntariado).

15:00 – Sânscrito

19.30h – Jantar

20:30 – Tempo livre para estudo.

22.00 – Recolher.

 

Preço:

390€ (alojamento em camarata unisexo, todas as refeições e certificado).

Caso pretenda quarto duplo (máx.2 pessoas), com wc partilhada, acresce 80€ ao valor. 

 

 

Formador: 

Paulo Meira é doutorado em Sânscrito (Tilak Maharashtra University, Índia) e mestre em Estudos Orientais (Universidade Católica Portuguesa). Nos últimos anos, tem viajado regularmente para a Índia a fim de aprofundar os seus conhecimentos. Actualmente,  encontra-se a traduzir do sânscrito, um dos tratados principais de medicina ayurvédica.

“O Sânscrito, a língua refinada, polida e correcta floresceu na Índia Antiga. É considerado uma língua sagrada e é muitas vezes designado como a língua dos deuses. A sua aprendizagem permite desvendar vivamente os textos do Yoga e Ayurveda que foram compostos nesta língua. Assim, a possibilidade de “beber na fonte” torna-se possível e o conhecimento revela-se de uma forma mais ampla e consciente. Na verdade, o sânscrito assume-se como um instrumento imprescindível para aqueles que pretendam trilhar o caminho do Yoga e Ayurveda com mais consciência e conhecimento.” – Paulo Meira

 

 FAQs - inscrições e cancelamento